Via Verde aventura-se nas boleias

O novo serviço da Brisa dá pelo nome de Via Verde Boleias e é o primeiro do grupo no âmbito da economia partilhada. Lançado sob a forma de plataforma e aplicação móvel, este serviço tem arranque marcado para o próximo dia 29, data a partir da qual será possível procurar e oferecer boleias, partilhando com outras pessoas os custos de uma viagem de automóvel.

Apesar de já existirem plataformas semelhantes em Portugal, o Via Verde Boleias “tem a ambição de se estabelecer como a plataforma de referência para os portugueses”. Segundo o novo serviço, a opção pelo ridesharing permite não só manter a comodidade de uma viagem automóvel como também a vantagem de pontos de encontro acordados entre participantes.

Um exemplo dado pelo Via Verde Boleias indica que uma deslocação nestes moldes representa um custo de cinco cêntimos por quilómetro, pelo que uma viagem Lisboa-Porto pode ficar em 16 euros.

Durante a fase de lançamento do serviço, os condutores aderentes terão direito a um vale de cinco euros de combustível na primeira viagem. Já os passageiros estarão isentos de comissões durante o Verão.

A partir de Setembro, os utilizadores da plataforma e da aplicação terão acesso a grupos fechados, uma funcionalidade pensada para empresas, universidades e outras instituições que pretendam disponibilizar o serviço aos seus membros.

Para promover o novo serviço foi criada uma campanha de comunicação sob o mote “Mais Partilha. Mais Poupança.”. Vai estar presente, a partir da próxima quinta-feira, em outdoor, plataformas online, rádio, cinema e festivais de Verão, incluindo Super Bock Super Rock, Meo Sudoeste e Vodafone Paredes de Coura.

Em comunicado, a Brisa revela ainda que o novo serviço Via Verde Boleias “vem dar corpo ao novo posicionamento estratégico da empresa como operador de mobilidade, suportado na marca Via Verde”.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva