Vendas de smartphones caem pela primeira vez

A Samsung fechou o ano passado com a liderança em termos de quota de mercado a nível mundial, com 18,2%. A fabricante sul-coreana vendeu 74 milhões de smartphones, no quarto trimestre, o que representa ainda assim uma quebra face ao período homólogo anterior.

A Apple seguiu logo atrás, com uma quota de mercado de 17,9%, de acordo com dados da Gartner, e cerca de 73 milhões de smartphones vendidos – uma quebra ainda mais acentuada do que a da Samsung. No quarto trimestre de 2016, as duas empresas apresentavam precisamente a mesma quota de mercado: 17,8%.

Huawei, Xiaomi e OPPO são as marcas que ocupam os lugares seguintes no top da Gartner, sendo que as duas primeiras foram as únicas a registar crescimento. Ao todo, as vendas globais de smartphones, nos últimos três meses de 2017, ascenderam aos 408 milhões de unidades. No ano anterior, tinham sido vendidos 432 milhões. De acordo com a consultora, trata-se da primeira quebra de sempre na venda de smartphones (-5,6%), tendo em conta que a Garnter começou a sua análise em 2004.

Anshul Gupta, Research director na Garnter, justifica o recuo com o abrandamento na qualidade dos chamados ultra-low-cost smartphones, levando os consumidores a preferir telemóveis tradicionais mas com mais qualidade. Além disso, os consumidores estão a demorar mais tempo a trocar de smartphone.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir