Vai de transportes? Não se esqueça de validar com a Caixa

CartaoCGD_2A Otlis e a Caixa Geral de Depósitos (CGD) vão lançar, em parceria, este Verão um cartão bancário com aplicação de transportes, que visa facilitar o acesso aos transportes públicos. “Este será o primeiro cartão bancário abrangido pelo Sistema de bilhética VIVA a permitir o pagamento automático de transportes”, explica a Otlis em comunicado. A mesma empresa esclarece que o cartão funcionará na perspetiva do cliente, na modalidade de pós-pago, e está direcionado para os clientes ocasionais de transportes públicos, nomeadamente os utilizadores habituais de automóvel que pretendam usar o transporte público.

Segundo fonte oficial da Caixa os testes piloto arrancam já durante o mês de Maio e Junho, «em ambiente ainda muito restrito», sendo a CGD o único banco a lançar, em breve, esta nova solução de bilhética. A mesma fonte explica que «com esta solução é possível centrar num único cartão as valências próprias de um meio de pagamento, assim como a funcionalidade de bilhética ocasional (bilhetes de bordo), evitando perdas de tempo e dificuldades na gestão dos trocos». Assim, acrescenta a mesma fonte da CGD, numa lógica de orientação e melhor serviço ao cliente, a CGD pretende «disponibilizar uma solução inovadora, para uma gestão mais fácil, cómoda e conveniente deste tipo de pagamento».

A CGD utilizará os cartões de crédito Classic e de débito Maestro, munidos de aplicação para transportes. Com este cartão não será necessário carregar previamente qualquer título. Para viajar de metro, autocarro, eléctrico, barco e comboio bastará aproximar o cartão de um validador (ou gate), em qualquer dos operadores aderentes a este serviço VIVA.

Escusando-se a revelar o investimento canalizado para esta solução, a Caixa refere que investiu conjuntamente com a Otlis neste projeto tendo como grande orientação um melhor serviço ao cliente e o desenvolvimento de iniciativas inovadoras que facilitem o dia-a-dia dos seus clientes, apostando nomeadamente na modernização da área de transportes e novas soluções de pagamento. «Do ponto de vista de investimento, a Caixa teve que ajustar os seus sistemas de informação, interligando-os com os sistemas da Otlis e dotar os seus cartões com uma nova tecnologia contactless», sublinha fonte oficial da Caixa.

Os sistemas dos operadores recolherão diariamente informação da validação destes cartões bancários, que será enviada para a Otlis e CGD. A Caixa assegura o pagamento correspondente à viagem efectuada, por débito ao cliente, sem qualquer encargo adicional para este. O preço da viagem associada à utilização do cartão bancário, será em cada operador, genericamente, equivalente ao preço dos outros títulos ocasionais, embora em alguns casos possam vir a existir pequenas diferenças que deverão ser confirmadas junto dos operadores aderentes.

O serviço será numa primeira fase lançado com a Área Metropolitana de Lisboa, prevendo-se, segundo a Caixa, a disponibilização faseada em 18 municípios: Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sesimbra, Setúbal, Seixal, Sintra e Vila Franca de Xira.

O lançamento será acompanhado da respectiva campanha de comunicação que, segundo a Caixa, “assentará numa abordagem muito criativa e diferenciadora, junto do público em geral”.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual