Uma sala de aulas futurista

aulas_2Os negros quadros de ardósia ou as velhas secretárias agredidas por pastilhas elásticas e corroídas pelo tempo são uma coisa do passado. Pelo menos, se depender da Nautilus. A empresa de Gondomar desenvolve mobiliário escolar com tecnologia integrada e até já recebeu por três vezes consecutivas o maior prémio mundial de inovação do sector, o Worlddidac

Texto de Daniel Almeida

Começou como uma fabricante de mobiliário doméstico em 1996, mas dificuldades financeiras obrigaram a recém-eleita administração da Nautilus a mudar, três anos depois, o rumo do negócio da empresa, que passou a especializar-se unicamente em mobiliário escolar. Hoje, a Nautilus, sediada em Gondomar, alia o mobiliário doméstico tradicional com tecnologias desenvolvidas in-house e distinguidas internacionalmente, como mesas ou quadros interactivos, e exporta cerca de 30% da produção para um total de 20 países.

Para ler o artigo na íntegra, consulte a edição de Outubro de 2013 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?