UE vai proibir produtos de plástico de utilização única

Artigos como cotonetes e palhinhas de plástico serão proibidos na União Europeia (UE). A presidência do Conselho chegou a acordo com o Parlamento Europeu no sentido de reduzir a pegada ambiental através do fim de produtos de plástico de utilização única.

A nova directiva restringe apenas a utilização de produtos para os quais haja alternativa, segundo é sublinhado em comunicado.

«O lixo marinho é um problema global em crescimento. Todos ouvimos o aviso do World Economic Forum, entre outros, de que haverá mais plástico do que peixe nos oceanos em 2050 se continuarmos a mandar plástico para os mares ao ritmo actual», comenta Elisabeth Köstinger, ministra federal da Áustria para a Sustentabilidade e Turismo. «Não podemos deixar que isto aconteça», continua a responsável, acrescentando que é por isso que a UE está a agir no sentido de limitar plásticos descartáveis. «E faremos os produtores de plástico pagar pela limpeza», conclui.

No mesmo comunicado, a UE indica que serão banidos da comunidade talheres de plástico, bem como pratos e palhinhas. Também as embalagens de alimentos utilizadas por cadeias de fast-food ou serviços de take-away e os copos feitos à base de EPS serão banidos, tal como cotonetes de plástico e artigos cujo plástico contenha ingredientes que promovem a oxidação.

A nova directiva estabelece também que sejam tomadas medidas para reduzir consideravelmente as embalagens de comida de plástico e os copos plástico para bebidas. Além disso, até 2030 todas as garrafas de plástico terão de ter pelo menos 30% de materiais reciclados na lista de componentes.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?