Trotinetes eléctricas partilhadas chegam a Lisboa

A Lime quer pôr os lisboetas a andar de trotinete eléctrica. A partir de hoje, é possível passar por um dos 90 hotspots da marca na capital, pegar numa scooter e partir à descoberta – a Lime não indica o número exacto de trotinetes disponíveis, indicando apenas que são centenas e que a frota poderá aumentar ao longo das próximas semanas consoante a adesão do público.

Os veículos são desbloqueados através aplicação móvel Lime, digitalizando o QR Code em cada Lime-S, nome dado às trotinetes. Cada viagem tem um custo base de um euro (preço do desbloqueio), somando-se 15 cêntimos por minuto de utilização.

A Lime-S é produzida em colaboração com a Segway, tem dois pneu de borracha de 8 polegadas, travão dianteiro e traseiro, luzes dianteiras e traseiras, bem como alavancas para o travão e acelerador. A velocidade máxima é de 24km/h e a autonomia da bateria totalmente carregada é de cerca de 50 quilómetros.

As trotinetes podem ser utilizadas por pessoas com pelo menos 18 anos, entre as 9h e as 21h. Após esta hora, a equipa da Lime recolhe os equipamentos para recarga e manutenção durante a noite.

«Lisboa tem uma visão de futuro em relação à mobilidade urbana sustentável e uma forte vontade de dar às pessoas melhores opções para evitar o tráfego, o que corresponde totalmente aos nossos valores», comenta Marco Pau, director-geral da Lime Portugal, justificando a aposta na cidade. «Nós oferecemos uma experiência urbana amiga do ambiente, divertida e prática», conclui.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio