Tinder estreia-se no entretenimento com “Swipe Night”

A primeira aventura do Tinder no mundo dos conteúdos oferece aos espectadores (quase) todo o controlo. “Swipe Night” parte de uma espécie de apocalipse para lançar um desafio: como gostariam de passar as últimas horas na Terra?

O desenrolar da história fica nas mãos dos espectadores/utilizadores do Tinder, uma vez que a aplicação irá apresentar novas perguntas todos os domingos. Cabe a quem vê decidir se determinada personagem deve ser salva ou ignorada, por exemplo.

No final da experiência interactiva, o Tinder apresenta uma lista de pessoas com quem cada utilizador fez “match”, ou seja, pessoas que tomaram decisões semelhantes ao longo dos vários episódios de “Swipe Night”. Segundo a Fast Company, esta é uma nova abordagem à aplicação, quase como “ver um filme num encontro virtual às cegas”.

A nova aposta permite ainda aproximar o Tinder da Geração Z (pessoas com menos de 24 anos). Por um lado, oferece uma nova forma de interagir com a aplicação. Por outro, permite recolher dados sobre este público – ao conhecer as suas respostas, o Tinder fica também a conhecê-lo melhor.

“Swipe Night” foi desenvolvido pela Z Team, uma equipa especial criada no seio do Tinder e inteiramente dedicada à Geração Z. Segundo Ravi Mehta, Chief Product Officer do Tinder, esta geração dedica muito tempo ao entretenimento, seja através do YouTube, Instagram ou Snapchat, e passa muito tempo a falar sobre os conteúdos a que assistem. E é essa a génese desta experiência.

«Como podemos criar uma experiência de entretenimento muito interessante, focada no conteúdo e interactiva, que ajude a conhecer outras pessoas e a ter algo sobre o que falar?» foi a pergunta de base, tal como explica o mesmo responsável. No fundo “Swipe Night” funciona como um desbloqueador de conversa.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Via Verde Estacionar Lisboa com 1.º estacionamento gratuito