Teresa Villaverde em destaque em Serralves

Até ao próximo dia 25, há cinema no Auditório de Serralves. O espaço do Porto arranca hoje com uma retrospectiva integral de Teresa Villaverde, cineasta cujo trabalho é pautado por palavras como urgência do tempo, contraditório e incómodo.

“Os Mutantes” é a película que dá início a este ciclo especial. Hoje, pelas 21h30, é possível assistir a esta produção que une Portugal, França e Alemanha e que data de 1998. Amanhã, é a vez de “Alex, A Idade Maior”, ao passo que o domingo será sinónimo de “Três Irmãos”.

A programação, assinada por António Preto, passa pelas várias fases da carreira de Teresa Villaverde que, de acordo com Serralves, pertence ao grupo de cineastas que se afirma em Portugal na década de 1990.

“Embora possamos reconhecer nas suas primeiras obras personagens, localizações e temas sociais que têm afinidades com o trabalho desenvolvido contemporaneamente por outros cineastas da sua geração, como Pedro Costa ou João Canijo – a melancolia e a revolta, o sentimento de orfandade, a interrogação de uma juventude inadaptada, a hostilidade do espaço urbano –, Teresa Villaverde sempre enfrentou estas questões de um modo paradoxal”, sublinha ainda Serralves.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?