Tendências para 2016: Adapte-se ou morra

O próximo ano terá de ser, necessariamente de adaptação para os profissionais do Marketing. A conclusão é de Victor Pineiro, vice-presidente de Social Media na agência Big Spaceship, que vai mais longe afirmando que 2016 será o ano de “adapte-se ou morra”. Num artigo escrito para a AdAge, o responsável delineia cinco tendências para os 12 meses que se avizinham:

1 – As plataformas de mensagens irão ganhar às redes sociais. Segundo Victor Pineiro, as plataformas de mensagens deverão passar de 2,5 mil milhões de utilizadores para 3,6 mil milhões até 2018, continuando o seu caminho de soberania. Em sentido inverso, estão redes sociais como o Facebook que vêem cada vez menos publicações partilhadas pelos seus utilizadores.

2 – Os marketeers vão perceber que o Snapchat não é social, é televisão. Utilizar o Snapchat como uma canal social orgânico não é cost-effective e os profissionais do Marketing deverão, finalmente, perceber isso, como afirma o vice-presidente de Social Media na agência Big Spaceship. Os marketeers perceberão também que o Snapchat não será o próximo Facebook ou Instagram, mas sim a nova televisão.

3 – Bloqueadores de anúncios obrigam a olhar para as plataformas sociais. Victor Pineiro acredita que o aumento da utilização de softwares bloqueadores de anúncios irá levar as marcas, obrigatoriamente, a prestar mais atenção às redes sociais e aí depositar todos os seus esforços.

4 – O efeito Hotel Califórnia vai mudar o jogo. Um Hotel Califórnia é um sistema fechado de onde se pode fazer check out mas jamais sair. Exemplo disto são o Snapchat, o Instagram e o Facebook, ainda que em diferentes graus de intensidade.

5 – O vídeo em plataformas sociais vai ficar mais complicado. Segundo o responsável, em 2016 não será suficiente publicar o vídeo de uma marca no YouTube e, a partir daí, partilhá-lo nos restantes meios. Victor Pineiro afirma que os vídeos precisam de ser optimizados para cada plataforma em que são publicados e até adaptados consoante a audiência e normas culturais de cada uma delas.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?