Tecnológicas lideram ranking das marcas mais valiosas (outra vez)

Não existem grandes surpresas na edição deste ano do ranking “Most Valuable Brands” da Forbes. A tecnologia continua a liderar e os três primeiros lugares mantêm-se ocupados pelas mesmas marcas: a Apple é a rainha, com uma avaliação de 182,8 mil milhões de dólares (155,7 mil milhões de euros); segue-se a Google, avaliada em 132,1 mil milhões de dólares (112,5 mil milhões de euros); e a Microsoft em terceiro, com 104,9 mil milhões de dólares (89.3 mil milhões de euros).

As posições seguintes pertencem também a gigantes da internet, mais concretamente Facebook e Amazon, com avaliações de 94,8 mil milhões de dólares (80,7 mil milhões de euros) e 70,9 mil milhões de dólares (60,4 mil milhões de euros), respectivamente. Só no sexto lugar é possível encontrar uma marca de outro sector, com a Coca-Cola a apresentar uma avaliação de 57,3 mil milhões de dólares (48,8 mil milhões de euros) – ainda que tenha caído um lugar em relação ao ano passado.

Samsung, Disney, Toyota e AT&T são as marcas que completam o top 10 da Forbes. Destaque ainda para a Huawei, a única marca chinesa presente no ranking, ocupando o 79.º lugar.

No total, as 100 marcas mais valiosas acumulam uma avaliação de 2,15 milhões de milhões de dólares (1,8 milhões de milhões de euros), mais 10% do que em 2017.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão