TAP baixa preços para competir com low-cost

“Mais ágil, mais competitiva e mais flexível.” É desta forma que a TAP se apresenta ao mercado, ao mesmo tempo que introduz reduções tarifárias de até 53%. O novo posicionamento e política comercial fazem com que a companhia aérea portuguesa passe a “competir no segmento das tarifas mais baixas”, segundo é revelado em comunicado.

A partir de hoje, o tarifário mais baixo da TAP (Discount) sofre uma redução média de 34%, estando ao dispor dos clientes bilhetes a partir dos 32 euros já com taxas incluídas. As reservas podem ser feitas desde já, mas apenas para viagens a partir de 1 de Outubro.

A TAP considera ainda que, com as novas tarifas, o cliente passa a poder escolher “de forma fácil e transparente a opção que melhor serve o propósito da sua viagem e que mais se ajusta ao que precisa”. Os bilhetes adquiridos sob o novo modelo permitem que os clientes paguem apenas pelos serviços que pretendem utilizar.

Vamos às diferenças entre cada uma das modalidades económicas: os passageiros Discount podem viajar apenas com bagagem de mão, recebem refeições e bebidas, milhas, quiosque digital e acesso a jornais e revista de bordo, mas não podem escolher o seu lugar; os passageiros Basic podem viajar com bagagem de porão; os Classic podem reservar o seu lugar a bordo; e os Plus podem reservar um lugar dianteiro, beneficiar de check-in prioritário e flexibilidade na alteração dos bilhetes, entre outras vantagens.

Quanto à classe executiva, existem duas opções: os passageiros Executive têm acesso ao lounge e ao embarque diferenciado; e os Top Executive podem alterar ou solicitar o reembolso de bilhetes sem custos e ainda usufruir do serviço Valet Parking.

Exemplos:

Lisboa-Londres passa de 69,42 euros para 39 euros (tarifa Discount de ida);

Lisboa-Frankfurt passa de 127,42 euros para 60 euros (tarifa Discount de ida).

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?