Também está dependente das redes sociais?

Mesmo tendo noção de que o deveriam fazer, 34% das pessoas, a nível global, dizem ter dificuldades em “desligar-se” das redes sociais e tecnologias. A conclusão é de um estudo da GfK, segundo o qual a adição a estas novas ferramentas vai até aos 49 anos. Só a partir dos 50 anos se verifica um número maior de pessoas que não consideram difícil desligar o computador ou telemóvel.

Ainda assim, a faixa etária entre os 50 e os 59 regista 23% com dificuldade em abstrair-se da tecnologia. “Este indicador vem provar, por via indirecta, que os comportamentos antes atribuídos aos grupos mais jovens, como os Millennials, trespassam hoje a maioria da população”, conclui a GfK.

No entanto, as expectativas relativamente aos jovens não foram defraudadas. O mesmo estudo, realizado em 17 países, mostra que o grupo etário entre os 15 e os 19 anos é o que apresenta maior percentagem de pessoas (44%) a afirmar não conseguir “desligar-se”. Apenas 11% dos inquiridos com estas idades garante não ter essa dificuldade.

Em termos de género, a GfK não encontrou diferenças gritantes: 33% dos homens e 35% das mulheres consideram ser difícil dizer adeus à tecnologia e rede sociais, mesmo em situação em que sabem que o deveriam fazer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal