Sustentabilidade guia compras dos consumidores mais jovens

Iniciativas de sustentabilidade parecem ser chave para uma relação mais forte entre as marcas e o público mais jovem. Um estudo da CGS revela que mais de dois terços dos consumidores norte-americanos da Geração Z compraram um artigo ou serviço amigo do ambiente, no último ano.

Tendo por base as respostas de jovens com idades entre os 18 e os 24 anos em Janeiro deste ano, o estudo revela também que mais de metade se mostra disponível para pagar mais por um produto sustentável. As preocupações com o ambiente são, além disso, apontadas como a segunda principal razão pela qual um cliente desta geração se torna leal a determinada marca. A sustentabilidade é apenas ultrapassada pelo factor qualidade.

Os Millennials parecem seguir a mesma tendência, de acordo com um relatório da Nielsen (Dezembro de 2018): três em cada quatro norte-americanos entre os 21 e os 34 anos afirmam que irão mudar “definitivamente” ou “provavelmente” os seus hábitos de consumo de modo a reduzir o respectivo impacto ambiental.

«Os consumidores mais jovens cresceram com uma visão mais céptica das marcas e uma aversão ao lucro conquistado através de práticas de negócio questionáveis», explica Andrew Lipsman, analista na eMarketer. Segundo o responsável, marcas que sejam transparentes e deem a conhecer os bastidores do negócio ganharão pontos junto destas gerações. Ser transparente pode ser mostrar as condições das suas fábricas e processos de produção ou mostrar o que acontece aos resíduos.

«A transparência gera confiança e os compradores são mais susceptíveis de comprar marcas nas quais confiam», conclui o analista.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo