Surf e criatividade em exposição

Arranca, hoje, a exposição “Bons Ventos” com trabalhos que invocam o surf enquanto inspiração comum para 11 artistas de diferentes áreas. Até 30 de Novembro, a Galeria GivLowe, em Lisboa, tem as portas abertas para quem quiser conhecer a perspectiva de pintores, escultores e fotógrafos, entre outros, relativamente a este desporto.

Pedro Batista, Vasco Futscher, Ivo Purvis, Rogério Serrasqueiro, André Carvalho, Ana Penha e Costa, Yves Calleweart, Diogo Appleton, João Guimarães, André Mouzinho e José Maria Rebelo de Andrade são os nomes que fazem parte do colectivo de artistas. As suas obras patentes na exposição pretendem “evidenciar as diferentes formas de honrar, apreciar e partilhar um amor e inspiração comum – o surf”, como explica a organização na apresentação do evento.

A exposição surge numa altura em que o surf é cada vez mais divulgado em Portugal e em que o número de adeptos cresce significativamente. Para a organização da “Bons Ventos”, “o seu desenvolvimento e mediatismo foi potenciado de uma forma vertiginosa, sendo que nos últimos anos temos vindo a assistir a uma transformação incrível no seu valor”. Porém, esta evolução, explica, deve-se a uma exploração comercial do desporto, esquecendo a vertente artística que pode assumir. É por isso que nasce esta exposição.

A alta competição é colocada de lado, bem como as marcas e os media, para dar espaço à cultura e ao estilo de vida que o surf assume na vida de tantas pessoas. “Da comunhão entre o homem e as forças da natureza surgiram múltiplas visões, perspectivas e abordagens”, conclui a organização.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)