Sucesso de Vinho da Água leva mais garrafas ao Alqueva

Já foram retiradas da Barragem do Alqueva as últimas garrafas da colheita de 2014 da Ervideira que tiveram como destino um estágio debaixo de água. O resultado é o Vinho da Água, cujo sucesso levou o produtor vitivinícola do Alentejo a colocar já mais 20 mil garrafas da colheita deste ano a 30 metros de profundidade. Por lá vão ficar durante os próximos 10 meses e de lá nascerá o Conde D’Ervideira Vinho da Água Tinto 2015.

A novidade para este ano é a introdução do vinho branco e do espumante neste processo de estágio. «Estamos verdadeiramente curiosos para ver como se comporta sob aquela elevada pressão», explica Duarte Leal da Costa, director executivo da Ervideira. Durante os meses em que estão submersas, as garrafas não são alvo de qualquer tipo de luz ou movimento. Adicionalmente, permanecem a uma temperatura de 17 graus, a qualquer dia do ano, e sofrem uma pressão de quatro quilos, que facilita o repouso de forma consistente.

Duarte Leal da Costa considera que o sucesso do Vinho da Água 2014 foi notório e acredita que últimas garrafas retiradas da Barragem do Alqueva estarão vendidas até ao Natal. «Para além da história por detrás deste vinho, a verdade é que temos um vinho que apresenta melhorias consideráveis ao nível da consistência, estrutura e potencial de envelhecimento, e isso é o que realmente tem cativado os nossos clientes», garante o responsável em comunicado.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
CTO da Altice Portugal distinguido como «Inovador do Ano»
Automonitor
Vídeo: Mesa redonda da 2ª conferência do AUTOMONITOR