Steve Jobs já sonhava com o iPad em 1983

Uma gravação áudio, agora divulgada, de um discurso de Steve Jobs que remonta a 1983 revela que o co-fundador da Apple já na altura pensava em equipamentos e inovações ainda muito distantes como o iPad, ligações wireless e a App Store.

O discurso foi dado na Conferência Internacional de Design em Aspen, Colorado, subordinada ao tema “The Future Isn’t What It Used To Be” (“O futuro já não é o que era”) e, até agora, apenas a primeira parte era conhecida. Mas uma cassete, divulgada por Marcel Brown, do blogue Life, Liberty and Technology, mostra o discurso na íntegra, incluindo a parte, até agora desaparecida, onde Steve Jobs responde a perguntas da audiência e fala sobre a sua visão para a Apple. As declarações podem ser entendidas como o esboço de alguns produtos e serviços que a marca apenas viria a lançar décadas mais tarde.

Em 1983, a Apple ainda nem sequer tinha lançado o Macintosh (o que viria a acontecer no ano seguinte), e o computador mais vendido no mundo era o Apple II, mas Jobs já idealizava uma espécie de “computador-livro”, que hoje podemos reconhecer como sendo um projecto embrionário do iPad. «A estratégia da Apple é muito simples. O que queremos fazer é criar um computador incrível em forma de livro que possa ser transportado para qualquer lado e que se possa aprender a usar em apenas 20 minutos», afirma o co-fundador da Apple na gravação. Esse equipamento teria, segundo o próprio, ligação rádio (redes sem fio) para aceder a bases de dados (incluindo lojas digitais, como a App Store) e a outros computadores. Apesar de Jobs ter afirmado que a Apple pretendia lançar o dispositivo ainda na década de oitenta, o primeiro iPad apenas chegaria ao mercado 27 anos depois deste discurso, no ano 2010.

Numa época em que os computadores ainda não estavam ligados em rede e em que a internet estava a uma década de distância de ser disponibilizada ao público em geral, Steve Jobs anteviu que os computadores se tornariam o principal meio de comunicação, substituindo a televisão. O co-fundador da Apple chega a afirmar que, no futuro, as pessoas passariam «mais tempo a interagir com computadores pessoais do que com os carros», e que haveria computadores portáteis equipados com ligações rádio que permitiriam o acesso ao e-mail em qualquer lugar. As ligações Wi-Fi e 3G só chegariam duas décadas mais tarde.

O bloguer Marcel Brown revela que recebeu a cassete no ano passado das mãos de uma pessoa que esteve presente na conferência de 1983, mas que só este Verão percebeu a importância do seu conteúdo.

Oiça aqui a gravação completa do discurso de Steve Jobs.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva