Sonae duplicou lucros no primeiro semestre

sonae_2O Grupo Sonae obteve um resultado líquido atribuível aos accionistas de 40 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, o que representa um aumento de 104% em relação aos 20 milhões de euros acumulados no período homólogo do ano passado.

Ainda assim, o volume de negócios manteve-se praticamente inalterado nos 2,54 mil milhões de euros, ficando o aumento dos lucros a dever-se sobretudo a uma “forte melhoria da eficiência e rentabilidade operacional”, bem como à “contabilização das opções tendentes à compra da posição da France Telecom na Sonae”, explica o grupo liderado por Paulo Azevedo em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). No primeiro semestre, o resultado operacional do grupo subiu 29%, em termos homólogos, para 65 milhões de euros.

A Sonae MC, a unidade de retalho alimentar do grupo, totalizou um volume de negócios de 1,58 mil milhões de euros, mais 3% em relação ao valor observado no mesmo período do ano transacto. “Este crescimento reflecte uma evolução positiva das vendas num universo comparável de lojas (1,5%), acima da média de mercado, e foi sustentado pelo aumento de quantidades vendidas e pelo esforço de estar ao lado das famílias através de campanhas promocionais que ajudam à poupança”, lê-se no comunicado. A quota de mercado subiu 0,5 pontos percentuais.

Quanto à Sonae SR, o negócio de retalho especializado, alcançou um volume de negócios de 518 milhões de euros, com as exportações a representarem 29% (ou 148 milhões de euros) do bolo total, dinamizadas pelos novos acordo de franchising da marca Zippy  na Turquia e na Arábia Saudita e da marca Berg em Israel e no Egitpo. As vendas em lojas franqueadas representam já cerca de 20% do total de vendas no mercado internacional, adianta o grupo.

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) do Grupo Sonae aumentou 4%, para 281 milhões de euros.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?