SodaStream luta por um mundo sem garrafas de plástico

A campanha “Shame or Glory” da SodaStream, que conta já com mais de 20 milhões de visualizações, motivou uma carta enviada pela Associação Internacional de Água Engarrafada (IBWA) à marca responsável por comercializar equipamentos que produzem água gaseificada.

Nesta carta, Joseph K. Doss, presidente da associação, exige que a SodaStream pare de transmitir a campanha, na qual é defendido que se consuma água da torneira em vez de água engarrafada. Em comunicado, Daniel Birnbaum, CEO da SodaStream, garante que não cederá às ordens da IBWA e que continuará a lutar conta a utilização excessiva de garrafas de plástico.

«Não vamos deixar que as ameaças desta associação nos parem de tentar contribuir para salvar o nosso planeta», afirma o responsável da marca. Sobre a IBWA, Daniel Birnbaum escreve ainda que se trata de um «grupo de elite de patrocinadores corporativos que dão prioridade aos seus próprios lucros em prol do cuidado do nosso planeta».

Segundo o CEO da SodaStream, uma das razões invocadas pela associação para a suspensão da campanha seria a falta de segurança da água da torneira. Porém, a marca assegura que a água canalizada dos Estados Unidos, Portugal e generalidade dos países europeus é limpa e segura.

«Se alguém está a tentar enganar os consumidores é a Associação Internacional de Água Engarrafada e não a SodaStream na sua campanha. Por isso, não. Em nome de um planeta que é a nossa casa e que não tem voz própria, não seremos amordaçados e não seremos silenciados», conclui Daniel Birnbaum.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Confirmado: Peugeot 508 Sport Engineered chega em 2020