Sites de descontos ajudam a poupar 27 milhões

Entre Janeiro e Setembro, e de acordo com o relatório do Forretas.com, os portugueses conseguiram poupar 27,1 milhões de euros ao fazerem as suas compras em sites de desconto, o que reflecte uma média de poupança de 62,1% em 2012, face ao preço normal dos serviços e produtos em 2012.

A faixa etária 25-44 representa 72% dos compradores. Segundo Gonçalo Poças, fundador do Forretas.com, «o facto de os mais jovens estarem mais familiarizados com a internet, associado à ideia deste mercado ser maior, mais diversificado e mais barato, explicam o crescimento deste tipo de comércio electrónico nesta faixa».

A grande maioria dos compradores visita os sites de descontos todos os dias (43%) e apenas 21% consulta o site só quando recebe no email algo que lhe interessa. Em termos geográficos, os grandes centros urbanos são os que agregam mais consumidores: Grande Lisboa e Grande Porto são responsáveis por 71% das compras.

De Janeiro a Setembro foram disponibilizadas mais de 14.650 ofertas, cerca de 1628 ofertas publicadas todos os meses. No total foram vendidos quase 513 mil descontos, a um preço médio de 33,04 euros.

De referir que quase 36% das transacções diárias feitas nos sites de descontos em Portugal se destinam à aquisição de artigos de moda (roupas e acessórios) e produtos variados, como gadgets, pequenos electrodomésticos, colchões e almofadas, artigos de beleza, perfumes, livros ou brinquedos. Os portugueses gastam mais nas ofertas na área da moda e produtos (quase 36%) e menos em ofertas de cursos e formação. A categoria de saúde e beleza é responsável por cerca de 25% das vendas destes sites e a venda de viagens, estadias em hotéis, cruzeiros ou spas por 24%.

Os resultados foram revelados pelo relatório Forretas.com que teve por base a análise de vendas de sete sites de descontos, entre Janeiro e Setembro deste ano.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Apresentações estratégicas dão mote a nova academia em Lisboa
Automonitor
Hyundai NEXO: 6 coisas que precisa saber