Será plágio a campanha de Ibrahimovic tatuado?

Provavelmente já viu as “tatuagens” do jogador do Paris Saint-Germain, em homenagem a quem passa fome. Mas a ideia não é nova – e a original pode ter partido de uma campanha criada em Portugal, com assinatura da McCann.

A campanha do World Food Programme, das Nações Unidas, em que o internacional sueco Zlatan Ibrahimovic tatuou no seu corpo o nome de 50 pessoas que passam fome, surpreendeu muitos e viralizou com a imagem forte do jogador do Paris Saint-Germain sem camisola a festejar um golo pelo clube.

Contudo, esta campanha tem várias semelhanças com uma campanha da McCann portuguesa, criada por José Godinho Marques juntamente com Sara Soares e Maria Inês Leiria para a Amnistia Internacional Portugal. Uma campanha, realizada pelo Enrique Escamilla, que, recorde-se, venceu a categoria Act Responsible no Festival de Cannes no ano 2013.

A campanha lançada ontem, da autoria da agência Forsman & Bodenfors, surpreendeu o director criativo da McCann à altura, José Godinho Marques, actualmente à frente da agência criativa Human. À Marketeer, o criativo confessou que não acredita em coincidências: «É estranho para mim ver uma campanha que envolve tatuagens temporárias, tal e qual o protagonista do nosso filme.»

«Sou o maior fã da Forsman & Bodenfors, mas custa-me a acreditar que seja uma coincidência. Indigna-me porque [a campanha da McCann] foi uma campanha feita com muita luta e pouco dinheiro», diz. E acrescenta: «Custa-me chamar-lhe uma homenagem.»

Pode comparar os dois filmes aqui e tirar as suas conclusões.

Campanha McCann Portugal:

Campanha da World Food Programme:

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Acompanha aqui o lançamento oficial do Sapo Prime, uma nova forma de comprar conteúdos jornalísticos
Automonitor
Europa: Vendas da Hyundai superam mercado