Seis segundos são suficientes para um anúncio?

Com o crescimento do digital, a tendência tem sido para reduzir a dimensão dos anúncios em vídeo, tendo em conta que os consumidores têm demonstrado níveis de atenção reduzidos para conteúdos mais longos. Perante este cenário, impõe-se questionar: serão seis segundos suficientes para passar uma mensagem e criar uma ligação com o público?

De acordo com o The Drum, o primeiro anúncio de televisão tinha apenas nove segundos, corria o ano de 1941. Mais tarde, surgiram os spots de 60 segundos, que acabaram por dar lugar às versões de apenas 30 ou 15 segundos.

Agora, seis segundos parecem ser a medida exacta. «Independentemente do conteúdo, se se conseguir criar uma peça que apresente a marca ou a história do produto em menos tempo, existe uma probabilidade maior de o consumidor absorver a informação em vez de desligar», garante Nathan Mallon, da We Are Social.

Em declarações à mesma publicação, o responsável afirma que é uma arte desenvolver um anúncio que crie em seis segundos uma ligação com o espectador. Alexei Edwards, head of Social na Tribal Worldwide London, acrescenta que o segredo passa por pensar no anúncio como um título.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo