Seat estuda entrada no mercado chinês

seatA Seat, filial espanhola do Grupo Volkswagen, elaborou um estudo sobre as perspectivas da marca no mercado chinês, um dos mais emergentes do mundo e cuja dimensão promete revolucionar o sector a médio prazo. A confirmação foi feita por Francisco Javier García Sanz, presidente do conselho de administração da Seat e máximo responsável de vendas do Grupo Volkswagen, durante a sua intervenção de ontem no XXV Encuentro del Sector de la Automoción, em Barcelona, avança o económico Expansión.
García Sanz, actual presidente da Associação Nacional de Fabricates de Veículos (ANFAC) em Espanha, assegurou que a Seat elaborou um estudo para «levar a marca para a China», e que a empresa automobilística espanhola pretende conhecer a aceitação que os seus veículos poderiam ter neste país. No entanto, o presidente da ANFAC afirmou que a empresa deveria primeiro fortalecer a sua posição no mercado espanhol, que nos últimos meses registou uma drástica queda devido à crise, antes de investir num mercado tão importante e distante. «Para poder crescer fora do nosso país, há que ter boas raízes, mas ainda não temos a solidez e a força necessárias no mercado espanhol para nos expandirmos para fora», adiantou.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Conheça o programa completo da XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Já pode encomendar o novo Opel Grandland X Hybrid4