Se Portugal vencer o Euro 2016, marcas ganham 117 milhões

O retorno mediático estimado para as marcas patrocinadoras da Selecção Nacional, caso a equipa das Quinas vença o Euro 2016, é de 117 milhões de euros. A previsão é da Cision que inclui na lista de patrocinadores aS marcas Sagres, Meo, Galp, Novo Banco, Continente, Jogos Santa Casa, Nike, Hertz e Samsung.

A Cision indica ainda quais os valores previstos para o fim da prestação da Selecção Nacional em diferentes fases. Garantidos estão, à partida, 78 milhões de euros de retorno mediático, apenas por a equipa comandada por Fernando Santos participar na competição europeia de futebol. Se chegar aos oitavos-de-final, o valor aumentar para 85 milhões de euros. Nos quartos-de-final, a estimativa é de 92 milhões de euros, ao passo que nas meias-finais, o número ascende aos 101 milhões de euros.

No Euro 2012, o retorno mediático para os patrocinadores foi de 98,5 milhões de euros, altura em que a Selecção Nacional chegou às meias-finais.

A metodologia da Cision quantifica o tempo ou o espaço de exposição que as marcas têm na comunicação social, em espaço editorial. A exposição é avaliada com base no custo das tabelas publicitárias de cada meio.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Tem dificuldade em encontrar espaços para conferências? Há salas renovadas em Lisboa.
Automonitor
Volvo quer impacto climático neutro em 2040