Samsung aponta a mira ao iPhone 5

A Samsung anunciou hoje que apresentou um requerimento num tribunal de San José, Califórnia, para juntar o iPhone 5, da rival Apple, à lista de aparelhos em discussão na “guerra” jurídica que as duas empresas travam em torno da propriedade intelectual. A fabricante sul-coreana procura, desta forma, recuperar algum terreno no megaprocesso, depois de ter sido condenada pelo mesmo tribunal a pagar cerca de mil milhões de dólares à Apple.

A Samsung já tinha anunciado a sua intenção pouco depois do lançamento do iPhone 5, no mês passado, mas agora é oficial. Tal como os restantes produtos da rival que já tinha incluído no processo que decorre nos Estados Unidos da América, a empresa alega que o smartphone de última geração da Apple viola oito das suas patentes relacionadas com tecnologia de redes sem fio. De acordo com a agência Bloomberg, o julgamento está agendado para 2014.

«Sempre preferímos competir no mercado com os nossos produtos inovadores, em vez de competir nos tribunais. Contudo, a Apple continua a tomar medidas legais agressivas que irão limitar a concorrência. Sob estas circunstâncias, não temos alternativa senão tomar os passos necessários para proteger as nossas inovações e os nossos direitos de propriedade intelectual», afirmou a Samsung em nota de imprensa, citada pelo Financial Times.

O anúncio surgiu algumas horas depois de a juíza Lucy Koh, que está à frente do processo, ter levantado a suspensão das vendas do tablet Galaxy Tab 10.1 no mercado norte-americano, que estava em vigor desde o final de Junho. No julgamento que resultou, no final de Agosto, na condenação da Samsung, o jurí considerou que a única patente, entre as sete patentes da Apple que estiveram envolvidas no processo, que não foi violada pela fabricante sul-coreana dizia precisamente respeito ao design do Galaxy Tab 10.1. A Apple acusava a Samsung de ter copiado o design do seu tablet a partir do iPad, porém o júri concluiu que as três patentes que a Samsung infringiu com este produto são todas relacionadas com software.

Para além do processo nos Estados Unidos da América, que abriu a contenda em Abril do ano passado, Apple e Samsung estão ainda envolvidas em cerca de 50 processos em 10 países espalhados por quatro continentes. Até agora, são conhecidas decisões nos mercados sul-coreano, japonês e alemão.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual