Samsung amplia distância para a Apple

samsungforec_2A Samsung Electronics vendeu um recorde de 86 milhões de smartphones no quarto trimestre de 2013 e ampliou, dessa forma, a sua distância em relação à rival Apple, de acordo com os dados hoje divulgados pela analista de mercado Strategy Analytics.

No quarto trimestre, a companhia sul-coreana alcançou uma quota de 29,6% do mercado mundial de smartphones. Também a Apple atingiu um recorde de 51 milhões de iPhones vendidos no final do ano, mas a quota da companhia liderada por Tim Cook não foi além dos 17,6%, muito graças ao crescimento das concorrentes asiáticas Huawei e Lenovo, que alcançaram o terceiro e o quarto lugares do ranking, respectivamente.

De resto, os dados mostram que as marcas asiáticas, apesar de se posicionarem num segmento de mercado mais baixo, são, cada vez mais, uma ameaça para Samsung e Apple. No período em análise, a Huawei vendeu um total de 16,6 milhões de smartphones, ficando com uma quota de mercado de 5,7%, enquanto a Lenovo comercializou 13,6 milhões de unidades, alcançando uma quota de 4,7%.

«Agora existe claramente maior concorrência por parte das marcas de segunda linha. A Huawei, a LG Electronics e a Lenovo aumentaram as suas vendas a um ritmo duas vezes superior à média da indústria global», afirma Linda Sui, analista da Strategy Analytics. «A Samsung e a Apple terão que lutar bastante ao longo de 2014 para manterem estes e outros concorrentes esfomeados à distância», adverte.

No que diz respeito ao acumulado do ano de 2013, as vendas globais de smartphones cresceram 41%, para um recorde de 990 milhões de unidades. A Samsung comercializou 319,8 milhões de smartphones, alcançado uma quota de mercado de 32,2%, enquanto a Apple vendeu 153,5 milhões de iPhones, para uma quota de 15,5%.

 

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?