Ricardo Salgado domina debates nas redes sociais

crise besNo âmbito do debate em torno do caso BES nas redes sociais, cerca de um em cada três comentários relativos a este assunto mencionam Ricardo Salgado, ex-administrador da instituição bancária, com o Facebook a concentrar a maioria das conversas relacionadas com este tema.

A E.Life analisou o buzz gerado em torno deste assunto, observando que notícias sobre a saída de Ricardo Salgado do BES e a sua detenção foram as principais partilhas nas redes sociais, às quais se juntam diversos textos sobre acusões de criminalidade financeira e a paralização de tentativas de investigação judicial. No âmbito deste caso, Ricardo Salgado reuniu um buzz de 32,45% do total de 9.500 publicações analisadas.

Outro dos intervenientes neste caso foi Vítor Bento, que reuniu 9,59% do buzz, com os principais assuntos comentados a consistirem num texto denominado “Activos da Família Espírito Santo”, publicações sobre a entrada imediata de Vítor Bento para assumir a gestão do BES, notícias de que recorrerá à Justiça contra os anteriores gestores da instituição bancária e ainda partilhas referentes a Vítor Bento e como ele obteve progressão salarial por mérito durante a época que não estava a trabalhar no Banco de Portugal. José Maria Ricciardi, que registou 4,21% do buzz, “é visto como um inimigo de Ricardo Salgado” e “poderia ter sido o líder que salvaria o grupo”, sendo esta a opinião dos internautas, segundo a E.Life. No estudo, seguem-se João Moreira Rato, com 2% do buzz, José Honório, com 1,24% e José Manuel Espírito Santo, com 0,6%.

Para além do BES, também o BES Angola foi alvo de discussão, tendo registado 3,67 do buzz, principalmente devido ao risco do BES perder o controlo sobre a sua subsidiária angolana, por esta ter fechado o semestre com um prejuízo de 355 milhões de euros, tendo ainda sido partilhados textos que mencionam Álvaro Sobrinho como inimigo de Ricardo Salgado. Cristiano Ronaldo e a personagem fictícia D. Inércia também foram mencionados nos debates em torno do caso BES.

Destaque ainda para os 7,45% de buzz registados na polémica entre a PT, OI e a Rio Forte, com Zeinal Bava e Henrique Granadeiro a serem as principais figuras mencionadas nas redes sociais.

Estes dados resultam de uma monitorização realizada através da plataforma Buzzmonitor, entre os dias 1 e 31 de Julho.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)