RHI: o evento que junta arte e negócio em Portugal

Acelerar a criação de um novo diálogo entre arte, negócios, cultura e turismo é a missão do RHI – Revolution_Hoper_Imagination. Desenvolvido por Ana Ventura Miranda, responsável também pelo Arte Institute, o evento vai ocupar 12 cidades portuguesas ao longo de uma semana e promover workshops, talks e espectáculos em áreas tão diferentes como teatro, literatura, dança, design, arquitectura, cinema e cidadania.

Na sua primeira edição, o RHI receberá também vários nomes internacionais, somando um total de 23 países envolvidos. Entre 14 e 21 de Setembro, um conjunto de curadores, programadores culturais e artistas de várias partes do mundo vão passar por Lisboa mas também Caldas da Rainha, Guimarães, Leiria, Évora, Loulé e Funchal, entre outras cidades. Serão eles os responsáveis pelos 50 workshops (alguns deles especificamente pensados para crianças) e 75 palestras que preenchem a programação do RHI.

Jill Sternheimer (Lincoln Center, em Nova Iorque), Jason Fine (Rolling Stone), Joaquim de Almeida (actor), Hugo Nóbrega (H2N), José Luís Peixoto (escritor) e Filipa Belo (Portugal Manual) são alguns dos nomes confirmados.

«É importante que Portugal comece a ser visto como um destino cultural turístico. É essencial criar redes internas no País entre artistas, produtores e agentes culturais através de uma descentralização pelo País e trazer mais programadores a Portugal para que possam conhecer os artistas e a cultura portuguesa contemporânea», sublinha Ana Ventura Miranda.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio