Retorno sobre investimento das redes sociais supera o da TV, mas aposta continua nos meios tradicionais

Cerca de metade dos profissionais de marketing não investe o suficiente em cada meio para conseguir rentabilizar o retorno sobre investimento (ROI). A conclusão é do primeiro relatório lançado pela Nielsen sobre o ROI, que incide sobre aquilo que pode levar ao aumento do ROI, como se mede o retorno e o que se pode fazer para melhorar as métricas das marcas.

Os dados demonstram que o ROI pode ser melhorado em 50% se houver um investimento correcto, algo que não está a acontecer com grande parte dos planos estratégicos actualmente. Além disso, o relatório disponibiliza ainda alguns insights e recomendações que podem ajudar a alcançar um maior retorno sobre investimento:

– Funnel Marketing: é raro os canais oferecerem uma rentabilidade superior à média, tanto em termos de marca como de resultados de vendas. Para aumentar essa rentabilidade, as marcas devem adoptar uma estratégia equilibrada para as iniciativas superiores e inferiores de funnel. A Nielsen concluiu que adicionar o marketing de funnel superior ao marketing de funnel inferior e médio existente pode aumentar o ROI em 13-70%.

– Meios de comunicação emergentes: É difícil para as marcas fazerem grandes investimentos sem provas de que os novos meios funcionam, mas apostar em pequenas quantidades pode tornar difícil perceber se realmente têm impacto ou não. De acordo com a Nielsen, anúncios de podcast, marketing de influência e conteúdo de marca podem proporcionar mais de 70% de retorno sobre investimento e o ROI do marketing de influência é comparável ao ROI dos media convencionais.

– Estratégia de crescimento das vendas de anúncios: Em última instância, o ROI fornecerá dados sobre o poder dos preços dos editores. Os editores não competem apenas com concorrentes directos, mas também com outros canais, portanto, comparar o ROI do canal pode ajudar a definir a estratégia de preços. O Relatório ROI revela que as redes sociais oferecem um ROI 1,7 vezes superior do que a TV, embora o digital receba menos de um terço dos orçamentos de anúncios de TV.

– Medição de audiências: Campanhas com forte alcance proporcionam melhores resultados de vendas. No entanto, apenas 63% dos anúncios são definidos com base na idade e no sexo dos consumidores nos EUA, o que significa que, nos canais com uma cobertura mais exaustiva, mais de um terço dos anúncios não chega ao público-alvo. Para capitalizar as oportunidades e gerar impacto, os anunciantes devem priorizar soluções de medição que cubram todas as plataformas e dispositivos, com percepções quase em tempo real.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...