Redução de custos traz nova realidade ao sector das viagens

amadeus1De acordo com um estudo global realizado a viajantes corporate e encomendado pela Amadeus ao Economist Intelligence Unit, em 2009, os profissionais esperam fazer viagens mais económicas, mais curtas e trocar os extras de luxo por serviço de excelência e efi-ciência. O estudo revelou ainda que 47% dos executivos entrevistados afirmaram que vão fazer menos viagens, e mais de um quarto (28%) contam ir para hotéis com menos de 5 e 4 estrelas. Já 63% espera que a sua empresa aproveite a recessão económica para negociar melhores tarifas com os hotéis. Para Mario Ponticelli, director-geral da Amadeus Portugal, «estes são valores que demonstram a acentuação, actualmente de 22%, do decréscimo de reservas no segmento corporate. Decréscimo esse que irá reflectir-se directamente na gestão de muitas agências de viagens».

O sector das viagens e hotéis, assim como grande parte dos restantes sectores, está a ser afectado com a crise mundial. Actualmente, a tendência é um decréscimo substancial no segmento corporate e um decréscimo, ainda que inferior, nas viagens de lazer. «As empresas têm vindo a ser obrigadas a reduzir custos, e esta será uma tendência para o futuro, pois não acredito que as empresas, após um processo de redução/racionalização dos custos, voltem a implementar o mesmo tipo de gestão de viagens corporativas que agora estão a utilizar. Vamos conseguir ultrapassar a crise, mas as suas “consequências” serão permanentes», conta Mario Ponticelli.

A localização será uma das exigências fundamentais no momento de escolher um hotel. O facto de estarem mais próximos dos espaços onde se realizam os meetings permitirá reduzir custos de transportes. A ligação sem fios à internet é agora considerada prioritária quando comparada com outros serviços extra. Há uma tendência para apostar em marcas de confiança e uma expectativa de conseguir um nível de serviço eficiente nas diferentes cadeias hoteleiras, independentemente da localização geo-gráfica.

Por Hugo Correia

PARA LER O ARTIGO NA INTEGRA, CONSULTE A EDIÇÃO IMPRESSA (MARKETEER Nº158)

 
 
 

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal