Reciclagem cresceu 3% no primeiro semestre

ecopontos_2_2Nos primeiros seis meses do ano, os portugueses enviaram para reciclagem 168.313 toneladas de resíduos de embalagens, o que representa um acréscimo de 3% em relação ao período homólogo do ano passado, informa a Sociedade Ponto Verde em nota de imprensa.

No âmbito do fluxo urbano, que engloba o lixo de origem doméstica, no pequeno comércio e no canal Horeca, o plástico foi o material que mais se destacou em termos de crescimento de material encaminhado para reciclagem (22%), seguido pelo metal (20,7%) e pelo papel/cartão (4%). Já no que diz respeito ao vidro e à madeira, as quantidades de resíduos enviados para reciclagem recuaram 4 e 39%, respectivamente.

Quanto ao fluxo não urbano, ou seja, de origem industrial ou comercial, foram encaminhadas para reciclagem, entre Janeiro e Junho, 153.570 toneladas de resíduos de embalagem, o que representa um aumento de 47% em termos homólogos.

No total dos dois fluxos (urbano e não urbano), a Sociedade Ponto Verde encaminhou para reciclagem mais de 321 mil toneladas de resíduos de embalagens, um crescimento superior a 20%.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual