Quando as marcas têm de deixar as redes sociais

A Juul é uma marca especializada no chamado “vaping” – ou seja, cigarros electrónicos –, que teve de abandonar as redes sociais. A decisão é justificada com a vontade em antecipar a actualização das leis que estabelecem onde é que os seus produtos podem ser vendidos e que, muito provavelmente, irão obrigar a mudanças.

Além disso, na base desta mudança na estratégia digital está também a percepção de que os cigarros electrónicos da Juul estão a ser utilizados por menores de idade, quando legalmente apenas podem ser vendidos a pessoas com mais de 21 anos – nos Estados Unidos da América. Neste sentido, a marca vai também deixar de vender grande parte dos seus produtos com sabor, mais apelativos para consumidores mais jovens.

A Juul já tinha introduzido alguns mecanismos para tentar atenuar esta tendência, incluindo verificar a idade dos compradores online, mas não foi suficiente.

«A Juul Labs está emprenhada em melhorar as vidas de mil milhões de adultos fumadores de todo o mundo, sendo o seu objectivo último eliminar os cigarros. À medida que temos trabalhado para resolver esse problema, outro sério problema surgiu – a utilização de cigarros electrónicos, incluindo Juul, por menores», comenta Kevin Burns, CEO da empresa.

Em comunicado, o responsável explica que a missão da empresa é apenas ajudar adultos a transitar dos cigarros tradicionais para os electrónicos. Não é incentivar ao início do consumo de nicotina por parte dos mais jovens.

Kevin Burns adianta ainda que, no que diz respeito às redes sociais, não só vão eliminar as contas em nome próprio como irão monitorizar os conteúdos partilhados por terceiros que possam fazer referência à Juul: mais de 99% dos conteúdos relacionados com a Juul disponíveis nas redes sociais são publicados por outras páginas.

O CEO acrescenta que apenas as contas no Facebook e Instagram serão eliminadas, mantendo-se o Twitter. Contudo, esta plataforma será usada apenas para comunicações que não seja promocionais. O YouTube também continuará activo e receberá testemunhos de ex-fumadores.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual