Procuradoria-Geral da República quer proibir “Supernanny”

A Procuradoria-Geral da Repúblic (PGR) está a pedir ao tribunal para que seja decretada a proibição de “Supernanny”. De acordo com o jornal Expresso, o pedido submetido envolve também a eliminação ou bloqueio do acesso a todos os conteúdos dos programas já exibidos.

Em nota reportada pela mesma publicação, é indicado que a decisão do tribunal é de carácter provisório e urgente, impedindo desde já a transmissão do terceiro episódio de “Supernanny”, já no próximo domingo: “”Não se trata de uma providência cautelar mas, como se referiu, de uma acção especial de tutela da personalidade, prevista no Código de Processo Civil, a qual se reveste de natureza urgente.”

Recorde-se que o programa da SIC tem causado polémica por transmitir imagens da esfera privada de crianças. Apesar de os pais consentirem as gravações, poderá estar em causa a privacidade dos menores. A Corine de Farme, principal patrocinadora de “Supernanny”, já retirou o seu apoio ao programa.

 

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo