Procter & Gamble divide-se em quatro unidades

20_procter_gamble_2A Procter & Gamble (P&G), maior fabricante mundial de bens de consumo, anunciou que irá reorganizar o seu negócio em quatro divisões. A decisão, tomada pelo recém regressado CEO da companhia, A.G. Lafley, visa impulsionar as vendas da multinacional, que tem vindo a perder quota de mercado para alguns dos seus concorrentes directos.

De acordo com um comunicado da P&G, que detém marcas como Tide e Gillette, as novas áreas de negócio serão: bebé global, cuidados femininos e família; beleza global; saúde global e higiene; e cuidados globais de tecido e lar. As mudanças terão lugar no dia 1 de Julho.

A decisão é comunicada duas semanas depois de A.G. Lafley, de 65 anos, ter substituído Bob McDonald na liderança da empresa, de onde tinha saído em 2009. «Esperamos que esta estrutura facilite uma expansão global mais rápida da marca e dos seus produtos», afirma no comunicado A.G. Lafley. «No seu todo, estas mudanças organizacionais vão ajudar-nos a operar melhor e de forma mais rápida, enquanto uma equipa unida», acrescenta.

A multinacional norte-americana, que está a braços com um plano de reestruturação que deverá resultar na poupança de 10 mil milhões de dólares (cerca de 7,54 mil milhões de euros) até 2016, tem vindo a perder quota de mercado para concorrentes como a Unilever nos últimos tempos. De acordo com a agência Bloomberg, nos últimos três anos, as vendas da empresa cresceram a uma média de 2%, contra a média de 8,7% da Unilever.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo