Portugueses estão a gastar menos no supermercado

Os consumidores portugueses estão a comprar e a gastar menos nas idas ao supermercado, registando-se quebras de 4,5% em volume e de 0,5% em valor no mercado de fast-moving consumer goods (FMCG). Os dados, disponibilizados na 4.ª edição do estudo “Marcas+Consumidores” da Centromarca e da Kantar Worldpanel, são referentes ao primeiro trimestre deste ano.

Em termos de volume, verificaram-se recuos nas categorias Alimentação (-6%), Alimentação Animal (-5,3%), Bebidas (-0%), Higiene do Lar (-2,5%) e Higiene Pessoal (-3,1%). Dentro da Alimentação, os frescos mantém a sua posição enquanto maior investimento dos lares nacionais, seguidos pelos produtos lácteos, mercearia doce e mercearia salgada. As refeições prontas apresentam um crescimento de 3,4%, face ao período homólogo do ano anterior.

Relativamente à batalha entre marcas de distribuição e marcas de fabricante, o mesmo estudo indica que as primeiras voltam a recuperar terreno face às segundas, embora ambas tenham perdido face a 2016. No primeiro trimestre deste ano, as vendas em volume das marcas de distribuição rondaram metade do mercado (49%), “embora tal parcela corresponda a uma percentagem substancialmente inferior quando analisadas as vendas em valor, reflectindo um valor unitário bastante menor”.

Enquanto Pedro Pimentel, director-geral da Centromarca, considera preocupante a evolução das marcas de distribuição, Blandine Meyer, da Kantar Worldpanel, sublinha que as marcas de fabricante estão em dificuldade também porque a «compra está a perder intensidade e porque a pressão promocional não cessa de aumentar». Ainda assim, «as promoções já não produzem o efeito desejado».

O estudo da Centromarca aponta ainda para um impacto reduzido da chamada “Fat Tax”, aplicada a refrigerantes, no sector das bebidas. «É curioso registar, num início de ano marcado por valores pouco positivos no sector da alimentação, que a ‘Fat Tax’ acaba por ter um impacto menor nos hábitos dos portugueses», comenta Pedro Pimentel, director-geral da Centromarca.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Colaboradores da Altice caminharam pela Associação Acreditar
Automonitor
Carro do Ano 2020: Qual dos 24 candidatos irá suceder ao Peugeot 508?