Portugueses compram online… Mas fora do País

Em Portugal, um terço da população recorre à Internet para fazer compras – metade da média europeia. Entre aqueles que compram online, 85% escolhe plataformas internacionais, fenómeno a que se dá o nome de comércio Cross Border, segundo adianta Nuno Rangel, CEO da Rangel Logistics Solutions.

No âmbito da segunda edição da conferência BOW – Business On the Way, o profissional indica que as empresas portuguesas devem «desenvolver uma estratégia de e-commerce que inclua uma componente logística rápida e eficiente, pois isso é o que o cliente online cada vez mais exige – preço e rapidez na entrega do produto». Talvez desta forma consigam concorrer com as plataformas estrangeiras e conquistar também a atenção – e o dinheiro – dos que compram online.

«As empresas nacionais devem ajustar-se à realidade do e-commerce dos dias de hoje, mercado que em 2017 representou um volume de vendas de dois mil milhões de euros a nível mundial e que se espera que ascenda aos 4,6 mil milhões de euros em 2021», acrescenta Nuno Rangel.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Assista em directo à XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Hertz e Jeep lançam serviço de aluguer de tendas rooftop