Portugueses com fraca confiança no mercado

logo-cetelem-2008-newA percepção dos consumidores em Portugal e na Roménia, relativamente à situação dos seus países, é igual. Numa escala de 0 a 10, e reflexo da fraca confiança nos seus mercados, ambos os países avaliam a sua situação actual com a pontuação de 2,6. A conclusão é do Barómetro Europeu 2011 do Observador Cetelem, um estudo anual de tendências e comportamentos de consumo na Europa.

O estudo demonstra que o comportamento do consumidor se modificou. Quando toca a compras importantes, o tempo de reflexão pode ser superior a um mês para metade da população. Em 66% dos casos analisados no estudo, os portugueses comparam os preços de forma atenta e procuram sistematicamente promoções. São também eles que mais recorrem a sites de comparação de preços.

88% da população portuguesa prefere a internet ao vendedor na procura de informações e formulação de opiniões. São cerca de 75% os consumidores portugueses que pesquisam primeiro na internet para, numa fase posterior, efectuar a compra na loja.

O estudo prevê ainda que em 2011 o número de famílias a quererem reduzir as suas despesas irá diminuir. Já as compras privilegiadas pelos consumidores portugueses serão viagens/lazer e conforto da casa, electrodomésticos, mobiliário, equipamento TV, hi-fi ou vídeo, obras em casa e telemóveis.

No Barómetro Europeu 2011 do Observador Cetelem, efectuado em conjunto com o gabinete de estudos e de consultadoria BIPE, estiveram envolvidas amostras representativas das populações nacionais (maiores de 18 anos) de 13 países, entre os quais se encontra a Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Hungria e Portugal. No total, foram 8.700 os inquiridos europeus, com amostras de pelo menos 500 indivíduos por país.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O fascínio por impossíveis
Automonitor
Via Verde Estacionar chega à Maia