Portugal e Brasil criam ponte sobre o oceano

A partir de amanhã, em que se comemora o dia nacional do Brasil, e até 10 de Junho de 2013, dia de Portugal, vai estar a decorrer o Ano do Brasil em Portugal (ABP). Paralelamente, no Brasil, será assinalado o Ano de Portugal no Brasil (APB). Trata-se este de um projecto no âmbito do qual serão desenvolvidas, nos dois lados do Atlântico, diversas iniciativas culturais e empresariais, através de uma estrutura de cooperação entre entidades e agentes públicos e privados. Ainda que autónomos, os dois projectos são complementares e realizar-se-ão em simultâneo.

No fundo, o objectivo da iniciativa passa por “promover encontros que estimulem a criatividade e a diversidade do pensamento, das manifestações artísticas e culturais dos dois países, além de intensificar o intercâmbio científico e tecnológico e estreitar as relações económicas entre as duas margens”, faz notar a organização em nota enviada às redacções.

O lançamento da iniciativa em terras lusas está marcado para os próximos dias 21, 22 e 23. Para esses dias estão previstos vários concertos públicos gratuitos, que se realizarão no Terreiro do Paço. Na noite de sábado subirão ao palco nomes como Ney Matogrosso e Monobloco. Já no final da tarde de domingo será promovido um diálogo-musical luso-brasileiro com Martinho da Vila, Zeca Baleiro, Zé Ricardo, Carminho, Boss AC e Paulo Gonzo.

Os artistas juntam-se a outros como, Paulo Lins, Hélio Oiticica, Zanini de Zanine, Marcelo Rosenbaum, Ronaldo Fraga, Alex Atala, Thiago e Felipe Castanho e Roberta Sudbrack, que têm já presença garantida.

Ao nível institucional são também esperadas as participações de Ana de Hollanda, ministra da Cultura do Brasil, do ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo de Portugal, Paulo Portas, do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa e dos comissários do Ano de Portugal no Brasil e do Ano do Brasil em Portugal, Miguel Horta e Costa e António Grassi, respectivamente, entre outros.

A programação completa pode ser consultada aqui.

A Lx Factor, em Alcântara, vai receber ainda o Espaço Brasil, um centro cultural que será montado especialmente para a iniciativa. Ao longo dos nove meses do ABP, o Espaço Brasil oferecerá música, exposições, palestras, workshops audiovisuais, gastronomia, e outras actividades.

«A intenção é fazer com que este intercâmbio inédito entre os dois países ganhe uma estrutura mais definida, que deixe frutos. Há um desconhecimento muito grande por parte dos brasileiros, em todas as áreas, do Portugal contemporâneo. Por outro lado, a nossa grande diversidade musical também não ecoa em terras lusitanas. Ou seja, há vários exemplos de um Portugal novo, diferente das “caravelas do nosso imaginário”. E também precisamos levar para o outro lado do oceano o Brasil que não é só o das novelas», garante Antonio Grassi, comissário-geral do Ano do Brasil em Portugal e presidente da Funarte, instituição brasileira de apoio e fomento à arte vinculada ao Ministério da Cultura. «A importância do evento, principalmente no âmbito cultural, está no facto de que a troca de olhares na produção artística extrapola o palpável e colabora com sectores como o turismo», remata o responsável.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir