Portugal com duas equipas na final do L’Oréal Brandstorm 2013

Equipa The L Factor_2A equipa “The L Factor”, da Universidade Católica, constituída pelos alunos Filipa Loureiro, João Rodrigues e Alexander Jaspers, venceu a competição nacional do Brandstorm. Estes alunos vão a Paris, no próximo dia 20, representar o País na final internacional deste jogo de estratégia, marketing e comunicação, organizado pela L’Oréal, e que contará com a participação de mais de 40 equipas.

Nesta 21ª edição, a marca de cosméticos desafiou universitários de todo o mundo a criar uma gama inovadora para a marca L’Oréal Paris no mercado do Sudeste Asiático, assim como a respectiva estratégia de marketing e comunicação. Em Portugal, os trabalhos foram desenvolvidos ao longo de dois meses e contaram com o apoio da agência McCann-Erickson Lisboa.

Além deste desafio, o L’Oréal Brandstorm estreou este ano o Brandstorm Wildcard, em que o desafio passou por criar um vídeo que sustentasse o plano de marketing e de comunicação à volta do lançamento do produto. A acção “permitiu a mais de dois mil estudantes de outras universidades entrarem na iniciativa Brandstrom”, adianta a marca em nota de imprensa.

A equipa portuguesa “Neat Plus”, da Universidade do Minho, constituída pelos alunos Miguel Carvalho, Tiago Vieira e Raquel Alves, ganhou as fases nacional e internacional do Wildcard, e também vai poder estar presente na final internacional do concurso em Paris. Portugal será, desta forma, o único país a levar duas equipas à final.

Recorde-se que em 2010, Portugal venceu a final internacional do L’Oréal Brandstorm, com uma equipa composta por três alunos do mestrado de Marketing do ISCTE-IUL, um dos quais trabalha actualmente como gestor de produto na L’Oréal Portugal.

De acordo com a L’Oréal, o concurso Brandstorm já envolveu desde a sua criação, em 1993, mais de 70 mil estudantes de 320 universidades, provenientes de 45 países.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Tem dificuldade em encontrar espaços para conferências? Há salas renovadas em Lisboa.
Automonitor
Volvo quer impacto climático neutro em 2040