“Portugal. A Minha Primeira Escolha” com balanço positivo

compro_o_que____nosso1Em 2009, a AEP investiu cerca de 200.000 euros em acções de captação de empresas aderentes para o projecto “COMPRO o que é nosso”. O número de aderentes aumentou 25% face ao período homólogo do ano anterior, totalizando em Dezembro, 410 empresas, que representam 1500 marcas e um volume de negócios de 9 mil milhões de euros. Este resultado, «muito positivo considerando o período de retracção da nossa economia, é reforçado pelo número crescente de pedidos de adesão previsto para o próximo ano», sublinha a AEP em comunicado.

O sector da alimentação lidera a lista de adesões, seguindo-se os sectores da construção, têxtil e metalomecânico. A região Norte representa 50 por cento do número de aderentes, mas o Centro tem vindo a ganhar relevância. As PME e as microempresas totalizam 70 por cento do volume de negócios ligado ao projecto.

Não é possível medir economicamente o impacto directo que a utilização da logo-marca tem na facturação das empresas, mas os estudos de mercado que a AEP promoveu ao longo do ano em locais de grande consumo, apontam para a notoriedade crescente da marca junto do consumidor final.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Nestlé tem novo responsável de Healthy Cereals & Dairy Culinary Solutions
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio