Político sueco defende partilha na internet em Lisboa

Rick-Europarl-646x363_2O fundador e presidente do Partido Pirata Sueco, Rick Falckvinge, estará presente na primeira Conferência Internacional de Propriedade Intelectual, que terá lugar no próximo dia 29 na FIL, em Lisboa, para defender a partilha de documentos na internet, uma das linhas mestras do seu partido.

O político sueco irá integrar o painel “Consumidores: mas afinal somos todos piratas?”, na conferência organizada pela Fundação AIP. «Adoramos a internet, adoramos a cópia e a partilha, e por isso algumas pessoas dizem que somos piratas. Em vez de nos envergonharem com isto ficamos orgulhosos e neste momento temos dois lugares no Parlamento Europeu, 15 lugares no Parlamento em Berlim, mais de 150 lugares em assembleias locais e estamos presentes em 56 países», afirma Rick Falckvinge. «O Partido Pirata foi criado pois queremos que a partilha e a cópia de documentos seja legal», reitera, citado em nota de imprensa pela organização do evento.

Para além de Rick Falckvinge, o painel será composto por Paulo Santos, director executivo da FEVIP e diretor geral da GEDIPE, Jérémie Zimmermann, co-fundador e porta-voz do grupo de defesa dos cidadãos La Quadrature du Net, e Nuno Pires de Carvalho, director da divisão de Propriedade Intelectual e Política da Concorrência da OMPI – Organização Mundial da Propriedade Intelectual.

A Conferência Internacional de Propriedade Intelectual integra o Festival IN – Festival Internacional de Inovação e Criatividade. A programação do evento pode ser consultada no site oficial.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo