Poemas de Sophia de Mello Breyner decoram Porto de Leixões

Sophia de Mello Breyner junta-se a Álvaro de Campos nas paredes do Porto de Leixões. Cinco poemas da antologia “Mar” da poetisa portuguesa foram utilizados para decorar e tornar visualmente mais apelativa a barreira que separa o porto da população.

“O Porto de Leixões está localizado paredes-meias com a população de Matosinhos, pelo que pretendemos continuar a diminuir o impacto visual, o ruído e a poeira que resulta da actividade portuária. E queremos fazê-lo de forma visualmente atractiva para a comunidade local”, explica a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL).

A ampliação da barreira é assinada pelos arquitectos Francisco Vieira de Campos e Cristina Guedes do gabinete Menos é Mais. A imagem gráfica que dá vida à palavras de Sophia de Mello Breyner é de Francisco Providência.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio