Pinterest tem 60 milhões de artigos à venda

Em pouco mais de três meses, desde que introduziu o botão “comprar”, o Pinterest duplicou o número de artigos à venda na sua plataforma. Já são mais de 60 milhões, de acordo com uma publicação no blog oficial da marca, sendo que também foram adicionados milhares de novos vendedores. As plataformas de comércio electrónico Magento, IBM Commerce e Bigcommerce fazem agora parte do Pinterest. Deepak Advani, director da IBM Commerce, afirma que o Pinterest está a tornar-se no destino preferencial dos «compradores progressivos dos dias de hoje que esperam gratificação instantânea com experiências excepcionais».

A rede social, transformada em site de e-commerce, relembra que a venda de artigos através dos pins não representa qualquer tipo de custo adicional para as marcas. Segundo Scott Shamberg, presidente da Performics, agência de comunicação, em declarações à AdAge, a fonte de receitas do Pinterest continua a ser unicamente a publicidade, pelo que é possível que, no futuro, a plataforma adopte um modelo de negócio que obrigue as marcas a gastar determinado valor em anúncios para poderem aceder ao botão “comprar”.

Por agora, os artigos para comprar estão disponíveis apenas nos Estados Unidos da América e para equipamentos com o sistema operativo iOS.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir