Os ténis da espanhola Pompeii já aterraram em Portugal

Criada em 2014 por quatro colegas de escola, a espanhola Pompeii decidiu consolidar primeiro o negócio na sua terra natal antes de explorar novos horizontes. Porém, chegado o momento de expandir, a marca de ténis não teve dúvidas relativamente a Portugal, tal como explica Jaime Garrastazu, fundador e CMO da Pompeii.

Em entrevista à Marketeer, o responsável conta que, neste momento, a Pompeii tem a estrutura necessária para disponibilizar em Portugal precisamente o mesmo serviço que em Espanha. «A maioria das companhia tentar entrar em novos mercados sem serem conhecidas nos seus próprios países e acho que isso é muito difícil, por isso tentámos dar este passo na altura certa», afirma Jaime Garrastazu.

A partir de agora, todos os fãs de ténis têm ao seu dispor os modelos da Pompeii, tanto para mulher como para homem. Para já, a marca pode ser encontrada somente online, através de uma plataforma própria de comércio electrónico, mas faz parte dos planos abrir uma loja física em Lisboa no próximo ano.

Depois de encomendados, os ténis da Pompeii chegam à morada indicada no prazo de 48 horas. Esta é, aliás, uma das razões apontadas por Jaime Garrastazu para a escolha de Portugal: os clientes dos dois países têm acesso às mesmas condições, desde devoluções e trocas gratuitas a prazo de entrega. O segundo motivo para a entrada em Portugal prende-se com os próprios consumidores. De acordo com o CMO da insígnia, os ténis da Pompeii combinam na perfeição com os portugueses, uma vez que são pensados para pessoas que procuram conforto e estilo a um preço acessível.

Jaime Garrastazu avança ainda que as expectativas para o mercado português são elevadas. «Acredito que os espanhóis e portugueses são semelhantes, somos vizinhos, a nossa cultura é bastante parecida e o nosso bom gosto por moda também», afirma, ressalvando que é sempre necessário adaptar alguns aspectos.

Actualmente, os ténis são o produto estrela da Pompeii, mas a marca não é estanque. Jaime Garrastazu avança que esta é a paixão dos seus criadores – antes de fundarem a Pompeii, eram coleccionadores – mas que estão já a desenvolver uma colecção de t-shirts e sweaters, fruto de uma parceria com a também espanhola Scalpers.«Além disso, estamos a planear a nossa própria linha de vestuário para a próxima estação, estamos muito entusiasmados!», sublinha o responsável.

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Hyundai promete novo SUV híbrido plug-in para Los Angeles