Os benefícios do employer branding

Por Rodrigo Almeida Fernandes, Marketing & Communications Manager da easypay

Criar uma boa estratégia de comunicação não se trata apenas de executar campanhas ou de produzir conteúdos, mas de pensar ao detalhe em cada grupo para o qual queremos comunicar.

É natural haver um grande foco no público externo, onde incluímos grupos como os nossos clientes e todos os que são canais para chegar até eles, como os media, o público em geral ou até, em alguns casos, o poder político. Mas tão importante como estes grupos é o público interno, no qual o investimento deve ultrapassar o foco exclusivo no salário.

Sabemos que uma boa equipa faz uma empresa e é essencial que os líderes nunca se esqueçam de que os colaboradores são o seu principal activo e, como tal, é obrigatório que sejam alvo de uma comunicação pensada, estratégica e verdadeira. Nenhum líder deve ignorar o imenso poder de uma boa comunicação interna e de acções de employer branding, porque permitem alcançar inúmeros objectivos dos quais destaco três muito concretos:

1. Bom ambiente interno

Este é um dos mais importantes ganhos de uma estratégia de employer branding bem pensada e estruturada. Quando existe comunicação fluida e eficaz, com mensagens claras e bem estruturadas, quando existem canais que ligam a chefia à restante equipa e quando são criadas acções de valorização dos recursos humanos, cria-se um ambiente de transparência, de conforto e de confiança.

Um ambiente interno baseado nestas três características é extremamente motivador, permitindo ver melhores resultados na produtividade e, em última análise, nos resultados da empresa.

2. Embaixadores da marca

Por outro lado, estratégias de employer branding e uma comunicação interna eficaz, aliadas ao bom ambiente interno que criam, resultam numa equipa que veste a camisola, que se torna embaixadora da marca que representa e com a qual colabora. Todos os públicos contactados, sejam clientes, família ou mesmo amigos, serão impactados com esse mesmo espírito que se tornará símbolo da empresa e da marca. Isto traduz-se em notoriedade e reputação. Não existe nada mais forte que o poder da recomendação e do marketing boca-a-boca que, uma vez mais e em última análise, tem impacto nos resultados da empresa.

3. Retenção de talento

Todas as empresas reconhecem que a retenção de talento é um desafio e debatem-se com novas estratégias que podem não resultar. As acções de employer branding ajudam as empresas a atrair e a reter os seus colaboradores. Aliás, de acordo com o LinkedIn, as empresas que têm melhores estratégias e acções de employer branding, quando comparadas com as suas concorrentes, observam até um decréscimo de 43% nos custos de contratação de novos colaboradores, porque o bom ambiente e a reputação da empresa, na forma como trata os seus colaboradores, é em si um atractivo ao qual novas contratações não são alheias, estando muitas vezes dispostas a receberem propostas salariais mais reduzidas.

Além destas três conquistas, mais se poderia somar aos benefícios do employer branding e, sabendo que os colaboradores são o principal activo da empresa, é essencial olhar para estas estratégias com dedicação e com vontade de investir, até porque se quisermos olhar para o assunto de um ponto de vista puramente matemático, compreendemos que este é um investimento com retorno.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Produção de carros em outubro quase nos 15%