Os 3 segredos da Coca-Cola para continuar a crescer

Inovação, novas embalagens e propostas com pouco ou nenhum açúcar são os segredos da The Coca-Cola Company para continuar a crescer. A dona da Coca-Cola fechou o terceiro trimestre deste ano com um aumento anual de 8% nas receitas, que chegaram aos 9,5 mil milhões de dólares (cerca de 8,5 mil milhões de euros).

James Quincey, CEO da companhia, justifica os bons resultados com a aposta na inovação focada no consumidor, que resultou no lançamento de marcas como Coca-Cola Energy – a primeira marca própria na categoria das bebidas energéticas. O responsável aponta ainda para a Coca-Cola Zero como uma das principais culpadas do sucesso da The Coca-Cola Company, uma vez que permitiu responder às novas exigências ao nível do açúcar.

No total do ano, a empresa espera que as receitas orgânicas cresçam pelo menos 5%. O resultado líquido operativo, por seu turno, deverá saltar entre 8 e 9%, no final de 2019 – o que corresponde a uma revisão em alta em relação à previsão de 7 a 8% de crescimento.

A mudança na estratégia da The Coca-Cola Company tem como objectivo que as suas marcas sejam vistas como opções mais saudáveis. A ideia, por exemplo, é que deixe de ser percepcionada como uma empresa de refrigerantes e passe a ser encarada como um companhia de bebidas com gás, sumos e águas.

«Se levarmos inovações relevantes às pessoas, elas irão responder», garante James Quincey. Em declarações reportadas pela Marketing Week, ressalva, ainda assim, que esta mudança de mindset não acontecerá da noite para o dia.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Via Verde Estacionar Lisboa com 1.º estacionamento gratuito