Optimismo dos portugueses supera média europeia

Os portugueses estão entre os europeus com maiores níveis de optimismo: 32% considera que a situação do seu país irá melhorar nos próximos dois anos. A média europeia, tendo em conta os 15 países analisados pelo estudo “Observador Cetelem Consumo 2017”, é de apenas 19%.

O mesmo estudo indica que apenas os espanhóis apresentam índices de optimismo semelhantes aos portugueses. Os alemães, por seu turno, são os mais pessimistas, com apenas 10% a acreditar que a Alemanha estará melhor do que é hoje.

Ainda assim, existem factores que inibem o consumo em Portugal. Os inquiridos apontam a falta de meios (59%), necessidade de poupar para emergências (45%) e dúvidas sobre a evolução do País (32%). Além disso, 70% dos portugueses sente que os preços subiram no último ano, valor próximo da média geral do estudo de 71%.

Segurança e confiança

Os portugueses, no geral, sentem-se seguros em Portugal. Apenas 4% menciona a importância de passar a mensagem de que não existirão mais ameaças terroristas contra a média europeia de 23%.

Em termos de confiança, a diminuição do desemprego (52%) e o retrocesso nas desigualdades sociais (44%) são os aspectos apontados no sentido de melhorar a confiança no País. Além disso, 73% dos portugueses considera que é essencial que a economia seja mais próspera para que a sua confiança cresça.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir