Opel contribui para um Vaticano sem CO2

O Vaticano quer ser o primeiro estado do mundo a eliminar por completo as emissões de CO2. A Opel junta-se a esta missão ao entregar um Ampera-e, automóvel eléctrico com autonomia de 520km, ao Papa Francisco.

Karl-Thomas Neumann, CEO da Opel, foi recebido pelo Santo Padre, à margem da conferência “Laudato Si: Sustentabilidade de Comunicação e Inovação”. As chaves do veículo foram, por isso, entregues em mão, assinalando o momento em que a marca contribuiu para o objectivo do Vaticano.

Durante a conferência, a Opel estabeleceu ainda um acordo com a Enel para o desenvolvimento de um programa de mobilidade sustentável para a cidade.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
O impacto da Inteligência Emocional nas empresas
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir