O que se segue para os smartphones?

Estará o mundo dos smartphones estagnado? As próximas inovações estão confinadas aos wearables, deixando para trás os telemóveis que utilizamos todos os dias? A Samsung acredita que não. No mais recente relatório da CCS Insight, divulgado pela marca, é antecipado que a venda de smartphones atinja os 1,6 mil milhões só este ano. Para 2019, a previsão sobe para os dois mil milhões de equipamentos vendidos.

Segundo a Samsung, o campo da inovação está mais complexo mas não significa que já não existam novidades pelo caminho. Significa apenas que é “cada vez mais difícil para as empresas conseguirem oferecer um avanço que se revele realmente significativo”, e dá como exemplo o lançamento do Galaxy S6 edge com o ecrã curvo que permitiu diferenciar a marca das restantes rivais no mundo Android.

“Apesar de existir uma clara desaceleração em termos de inovação”, continua a Samsung, não devemos perder a fé no progresso.  O caminho deverá passar, inevitavelmente, pelos wearables, cujas vendas irão triplicar de 2016 a 2019, de acordo com as estimativas da CCS Insight. Mas, até aqui, os smartphones continuarão a desempenhar um papel importante, já que, em grande parte das situações, são eles que controlam os novos dispositivos ou, pelo menos, estão associados aos mesmos.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
MultiOpticas continua a apostar no apoio a crianças e jovens em risco
Automonitor
Novo Renault Captur com classificação máxima no EuroNCAP