O futuro da Volkswagen é eléctrico

Em 2025, a Volkswagen espera vender um milhão de carros eléctricos. Para isso contribuirá a nova família ID., composta exclusivamente por modelos alimentados a energia eléctrica. O primeiro veículo desta família chegará às estradas de todo o mundo já no final deste ano, sendo que está previsto o lançamento de um total de 20 modelos ao longo dos próximos anos.

Será no Salão de Frankfurt, a 10 de Setembro, que o compacto ID será apresentado ao público. Insere-se no segmento C e promete um preço de venda equivalente ao de um Golf, com o mesmo nível de potência e equipamento. Tudo para “democratizar a mobilidade eléctrica à escala global”.

Seguir-se-ão os ID. Crozz e ID. Buzz. Este último é uma reinterpretação da conhecida “pão de forma” e deverá chegar às mãos dos condutores em 2022.

A marca alemã está a investir 11 mil milhões de euros no desenvolvimento de novas tecnologias até 2023, incluindo nove mil milhões de euros em mobilidade eléctrica. Olhando para o total do Grupo Volkswagen, os números são ainda mais ambiciosos: 30 mil milhões de euros investidos na expansão deste segmento, com um incremento do total de modelos eléctricos dos actuais seis para mais de 50.

«Queremos vender automóveis, mas também iremos oferecer serviços de mobilidade e investir em novos modelos de negócio. A Volkswagen vai tornar-se a mais valiosa – não necessariamente a maior – empresa de mobilidade do mundo», garante Michael Jost, director de Estratégia de Produto da Volkswagen.

«E a mobilidade eléctrica que vendemos deverá ser divertida», acrescenta o responsável, sublinhando que os modelos da marca não serão versões espartanas de um determinado modelo ou gama.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva