O filme que a Shortfuse não queria fazer

Há trabalhos que agradam mais às produtoras do que outros, seja por afinidades pessoais ou pelo desafio lançado. A Shortfuse acaba de lançar um filme que, garante, gostaria de não ter feito.

Sob o mote #PortugalPrecisaDeTi, o filme mostra as consequências dos incêndios que devastaram Portugal nos últimos meses. Apesar de o cenário não ser fácil de encarar, a Shortfuse sentiu-se na obrigação de reunir em cerca de dois minutos imagens do estado em que algumas regiões do País se encontram.

Uma equipa da produtora, dedicada a vídeos para web, seguiu para os concelhos de Sertã, Pampilhosa da Serra e Mafra para registar o que ficou depois das chamas. No vídeo, que partilham hoje, também é possível ver algumas imagens de Pedrogão Grande e Arganil.

Ricardo Constantino, responsável da Shortfuse, conta à Marketeer que decidiram fazer o vídeo para «consciencializar, para apelar à acção, e para as pessoas não esquecerem estes temas, que dia após dia vão ocupando menos lugar nas timelines dos portugueses».

A linguagem escolhida para produzir o vídeo faz alusão às típicas campanhas turísticas em que as regiões são apresentadas de um ponto de vista aéreo e com recurso a narração em inglês: «Estamos habituados a ver muitos vídeos de turismo que mostram todo o esplendor de Portugal. O conceito foi pegar por aí, mas infelizmente retratando Portugal como o temos hoje. Desolado, queimado, destroçado. Infelizmente, é uma história brutal e que impressiona pela destruição que retrata. Mas é Portugal puro e duro.»

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva